Home / Mini-cursos / Como funciona o Buy and Hold de ações [Mini-Curso|6]

Como funciona o Buy and Hold de ações [Mini-Curso|6]

Mini Curso Como Investir em ações 6 - Buy And Hold - principal i- Seu Guia de InvestimentosNo artigo de hoje você vai aprender como investir em ações e como funciona a técnica de investimento em ações no longo prazo, conhecida como Buy and Hold. Esse é o 6º artigo do Mini-Curso “Como Investir em ações”. 

Investir no longo prazo é arriscado? E se a bolsa não voltar a subir?

Sempre quando falo sobre o investimento de longo prazo em ações (ou buy and hold) a primeira pergunta que me fazem é: “Mas investir tantos anos na bolsa de valores não é arriscado? E se os preços caírem e não voltarem?”

É natural que o investidor iniciante tenha este medo dos riscos. Um pouco de estudo e dedicação podem ajudar você e qualquer investidor a ultrapassar esta barreira e investir em ações com segurança.

É raro encontrar investidores com experiência de mais de 20 ou 30 anos de bolsa aqui no Brasil, e que façam o investimento de longo prazo buy and hold. Parte disso se deve ao fato de que a economia Brasileira realmente começou a crescer após o plano real em 94. Mesmo assim, a maior parte das pessoas ainda investe muito mais na renda fixa. Os pequenos  investidores tem medo de investir em ações porque tem medo do que o bear market pode fazer com seus investimentos. (Se você não sabe o que são bear e bull markets, veja o artigo anterior deste Mini-Curso)

Mas, ao contrário do que se imagina, investir em ações de empresas promissoras, no longo prazo fazendo buy and hold, pode ser até mais interessante do que investir a renda fixa.

O potencial do investimento em ações no longo prazo – buy and hold – em números

Estudos realizados com ações americanas mostram que quando se investe por um prazo de 25 ou mais anos fazendo buy and hold, a rentabilidade é impressionante, mesmo considerando as crises econômicas, como as de 1929, a de 1987 e a última crise financeira mundial de 2008 (que marcou o início do bear market deste período).

De acordo com a Warthon University (Pensilvânia), se alguém tivesse investido 1 dólar em ações desde 1802, e reinvestido todos os ganhos recebidos desde essa época, teria acumulado cerca de 7,5 milhões de dólares ao final de 1997. Hipoteticamente,  isso também equivaleria, se fossem investidos 1 milhão em ações na mesma época, a 7,5 trilhões em 1997. Um milhão de dólares em 1802 equivalem a 13 milhões de dólares em termos de poder de compra de hoje (considerando a inflação americana deste período).

Veja o gráfico abaixo comparando o resultado do investimento deste um dólar em ações com outros ativos financeiros no mesmo período (o retorno das ações está indicado pela linha azul escuro):

Mini Curso Como Investir em ações 6 - Buy And Hold - Retorno das ações - Seu Guia de Investimentos
Fonte: Siegel, Jeremy. Os valores do gráifico estão diferente do texto pois foram ajustados para a inflação americana e atualizados com base na nova publicação de Siegel, The Future for Investors.

O mercado de ações tem o poder de transformar um dólar em milhares ou até milhões de dólares ao longo de várias décadas, especialmente pra quem faz o buy and hold e têm paciência pra investir.

Bear e Bull Markets não fazem diferença quando se investe em ações no longo prazo no buy and hold?

Mini Curso Como Investir em ações 6 - Buy And Hold - Bear and Bull Market - Seu Guia de InvestimentosOs mercados em alta ou baixa são importantes porque quando a alta ou baixa é muito acentuada, por longos períodos, os preços de compra das ações podem apresentar distorções que não tem relação com os fundamentos das empresas, mas com otimismo ou pessimismo do mercado para com a empresa. O investidor pode acabar se deixando levar por essa visão otimista ou pessimista e consequentemente assumindo riscos ou prejuízos desnecessários.

É importante que o investidor acompanhe os bear e bull markets, mas a decisão de manter, compra ou vender uma ação deve ser sempre resultado da análise fundamentalista da empresa. As vezes não basta olhar 10 anos de histórico e achar que isso já quer dizer que a empresa é boa pagadora de dividendos. É preciso olhar pra frente. A análise e o raciocínio crítico devem guiar o investidor em suas decisões de investimento em ações, por isso desenvolva sempre a sua capacidade de analisar uma empresa, fazendo a análise fundamentalista quando investir no buy and hold.

Então Bear e Bull markets são irrelevantes pra quem investe através do buy and hold?

Bear e Bull Markets são importantes pra quem investe no longo prazo via buy and hold, porque nesses períodos, você pode encontrar oportunidades de realizar o trade de valor (em breve um artigo falando sobre isso). Mas pra quem investe no longo prazo, eles não são tão importantes.

O que realmente importa é saber se a empresa da ação que você comprou está indo pelo caminho certo ou não.

Peter Lynch, famoso autor americano que fala sobre investimentos de longo prazo e buy and hold, conta que em determinada época, o hoje bilionário Warren Buffet vendeu todas as ações do seu portfólio por acreditar que elas estavam superavaliadas. Esse movimento gerou um grande lucro para ele e para seus sócios. Somente depois ele retornou ao mercado de ações. Esse tipo de movimento é o chamado trade de valor, que alguns investidores realizam quando identificam que a ação está com um preço acima do que seria vantajoso.

Porém prever a subida ou descida do mercado não é a habilidade principal que alguém que quer investir em ações no longo prazo precisa ter. O principal é saber escolher ações de empresas promissoras, que você consiga entender como funciona o negócio pra poder acompanhar seu desempenho.

Investimento em ações no longo prazo e o buy and hold no Brasil

O leitor pode estar pensando que o mercado de ações brasileiro é diferente do americano,e que por isso, investir em ações no longo prazo aqui no brasil não seja seguro como nos Estados Unidos. Se você quer abrir uma conta em corretoras dos Estados Unidos, leia este meu artigo.

Investir em ações no longo prazo no Brasil tem suas vantagens, apesar das diferenças entre o mercado brasileiro e o americano.

É possível demonstrar esse ponto analisando as ações da Vale do Rio Doce (VALE3 e VALE5). Se um investidor tivesse comprado ações da Vale ON (VALE3) em 1996, teria acumulado um retorno anual (considerando a reaplicação dos dividendos recebidos) de 32,53% ao ano em 2009, ano seguinte ao da crise mundial de 2008. Há também muitas ações que apresentaram quedas e não se recuperaram no mesmo período, e é por isso que a escolha da ação baseada na análise da empresa é tão importante.

Vantagens e desvantagens do investimento em ações no longo prazo buy and hold

Como todo e qualquer outro investimento, o investimento em ações também tem vantagens, desvantagens e riscos, mesmo quando se investe no longo prazo. A principal desvantagem é que é preciso esperar um bom tempo pra colher resultados quando se investe em ações no longo prazo. É preciso deixar o dinheiro aplicado por um bom período pra poder obter os resultados esperados.

Existem muitas vantagens quando se investe em ações no longo prazo. A primeira é que quando se investe em ações de empresas com histórico de sucesso e futuro promissor, você está apostando em empresas que tem como principal objetivo crescer. Essas empresas vão fazer de tudo pra aumentarem seus lucros no longo prazo, mesmo nas crises. Por isso, o investimento em ações de primeira linha no longo prazo é um dos mais garantidos no mercado financeiro.

No próximo artigo vamos ver como funciona a análise de empresas e seus indicadores, e como tudo isso pode ajudar o investidor a fazer seus investimentos no longo prazo em ações.

Gostou deste artigo do mini-curso “Como Investir em ações”? Compartilhe com seus amigos! Vamos ajudar a educação financeira atingir todos que estão à nossa volta!

E deixe seu comentário com dúvidas ou sugestões, pois essa troca é muito positiva!

Compartilhe este artigo também com seus amigos nas redes sociais:

Artigos deste Mini-Curso:

Outros artigos relacionados:

[magicactionbox]

Sobre Gisele

Sou apaixonada por finanças e investimentos. Essa paixão começou em 2004 quando comecei a investir em ações. Aqui no site tenho como objetivo ajudar meus leitores a entender como o mercado financeiro e a economia estão presentes no seu dia-a-dia e a melhorar sua capacidade de tomar boas decisões de investimentos para suas vidas. Eu invisto através da filosofia de investimento em valor e análise fundamentalista. Quero dividir um pouco do que aprendi com vocês e também, aprender sempre mais através dos seus comentários e suas dúvidas.

8 comentários

  1. Misael da Silva

    Olá Gisele.
    Muito obrigado por mais uma excelente aula, como vc falou que as escolas nao ensinam o mundo do investimente.
    Mas o governo quer que a populaçao somente invista na Caderneta de poupança, que nao gera muito lucro.( para pequeno investidor).

    • Olá Misael, é verdade! É uma pena que a maioria das pessoas só conheçam a caderneta de poupança, existem tantas alternativa boas que acabam ficando desconhecidas!

      Abraços!

  2. Misael da Silva

    Olá Gisle.
    Gostaria de uma explicaçao se possível.
    Qual a relação das empresas de ensino (Kroton, Estácio e Ser educacional), com a programa do governo FIES.
    Pois o governo esta mudando o programa do FIES. E tb li alguns falam que este tipo de investimento já era.( investimento em empresas quebradas)
    Desde já agredeço, pois tenho investimento este tipo de empresa.

    • Olá Misael,

      Existe relação entre as empresas de ensino e o FIES que é uma espécie de financiamento que o governo dá para estudantes que desejam estudar em instituições privadas (como as que você mencionou). Sei que pelo FIES o estudante pode financiar 100% dos custos com estudo, que vão ser pagos a pequenas taxas de juros após a formação. Não conheço a fundo como funciona o repasse do FIES pra essas empresas. Muita, mas muita gente vem me perguntando sobre desempenho de empresas de diversos setores, assim como você. Estou reunindo estas dúvidas para em breve escrever artigos explicando mais a fundo sobre essas e muitas outras ações, por isso peço um pouquinho de paciência, pois em breve irei publicá-los!
      Espero ter ajudado, grande abraço!

  3. Luiz

    Antes de tudo, obrigado Gisele pelo mini-curso. Tem sido de grande utilidade para novatos como eu.

    Mas falando em FIES. Até onde posso entender o FIES é uma variável de mercado e, portanto a analise de fundamento deve se basear nas estratégias adotadas por estas empresas, diante dessa nova variável, para continuarem crescendo e se expandindo. Será que entendi corretamente?

    Outra duvida, em termos absolutos, o que é longo prazo? Devo pensar em quantos anos a frente ao investir em ações buy and hold?

    Obrigado.

    • Olá Luiz!

      Quando eu penso em buy and hold, penso em no mínimo 5 anos. Quando uma ação é mesmo boa, o ideal é ficar com ela por muitos anos, e aproveitar sua valorização e dividendos.

      Abraços!

  4. Pobre por Enquanto

    Gisele, obrigado pelo s artigos e mini cursos. Aprendo muito aqui. Compartilho seu site no meu blog.
    Busco agora desenvolver um método mais prático para acompanhar as ações do meu portifólio.
    Saí da fese “buy & forget” e Leio os fatos relevantes, relatórios, etc, mas não desenvolvi um método ou sistema de indicadores para saber se a empresa se mantém boa.
    Utilizo também sites (xxx) para ter idéia da saúde da empresa.
    Hoje, tive sorte de ter obido bons retorno, mas o acompanhamento eficaz é fundamental.
    Sucesso pra ti.

    • Olá amigo,

      fico feliz que o site esteja contribuindo de alguma forma para com seus investimentos. Pretendo escrever artigos mais diretos sobre algumas técnicas de escolha e acompanhamento de ações, só está me faltando mesmo tempo porque minha rotina é muito corrida. Mas espero em breve publicar.
      Fique a vontade pra dividir suas dúvidas, ou experiências com investimentos aqui no site!
      Sucesso e abraços!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *