Home / Investimento em ações e conteúdo avançado / Estratégia Long-Short de Investimento em Ações

Estratégia Long-Short de Investimento em Ações

Como investir em long short de ações - Seu Guia de Investimentos -1

Hoje vou falar sobre a estratégia long-short de investimento em ações, uma estratégia que pode utilizada por qualquer pessoa, pra ganhar dinheiro com ações.

Estratégia Long-Short de Investimento em Ações: O que é

Antes de falar sobre o Long-Short, se você quiser começar a investir em ações em apenas 3 passos, baixe o meu ebook. Clique aqui.

A estratégia de Long Short de investimento em ações consiste no seguinte: o investidor compra uma ação, que no caso é a posição “long”, que acredita-se terá desempenho superior comparado ao da segunda ação, que é a da posição “short”. Esse investimento tem um risco moderado, que vai depender muito do conhecimento que o investidor possuir.

A ação “Short” é uma ação que o investidor vai vender sem tê-la nas mãos. Como? Simples, é so alugar uma ação de outro investidor. Você vai ao mercado, vende a ação no preço de mercado, e lá na frente, quando terminar o prazo do aluguel da ação, você compra a ação no mercado e devolve pro dono que alugou a ação.

Estratégia Long-Short de Investimento em Ações: Lógica

A lógica do investimento Long-Short em ações é que a ação “long” se valorize enquanto a ação “short” apresente queda de preço durante o investimento. Também é possível ganhar se a ação “long” valorizar mais do que a ação “short”, ou ainda, se as duas caírem, se a ação “long” cair menos que a ação “short”. Ficou complicado? Vamos ver um exemplo:

Estratégia Long-Short de Investimento em Ações: na prática

Imagine duas ações (exemplo fictício) com preços que caminhem próximos:

  • [LONG] PETRO4:  Preço atual R$ 50. Você comprou a R$ 50. Saldo: R$ -50
  • [SHORT] PETRO3: Preço atual: R$ 42. Você vendeu a mercado por R$ 42 (você alugou essa ação de outro investidor pra poder fazer isso). Saldo: R$ +42

Saldo desta operação: Entrou R$ 42, e saiu R$ 50 = R$ -8,00

A lógica é que a ação PETRO3 deve cair pra termos lucro. Ou não pode valorizar mais do que a PETRO4. Veja abaixo:

Depois de duas semanas, a cotação das ações é a seguinte:

  • [LONG] PETRO4: Preço atual: R$ 57. Você vende.  Saldo: R$+57
  • [SHORT] PETRO3. Preço atual: R$ 45. Você compra a ação pra devolver para o locatário. Saldo R$-45

Saldo desta operação: Entrou R$ 57, saiu R$ 45 = 12. Saldo da operação anterior: R$ -8,00. Saldo final da operação: R$ 4,00

Estratégia Long-Short de Investimento em Ações: como escolher as ações

Pra fazer Long-Short você precisa escolher ações que sigam mais ou menos um padrão de preços que você conheça. Exemplo: a ação A e a ação B. Ambas sempre aumentam de preço na mesma proporção. A relação de A pra B é de 1,10. Quando houver um descolamento nessa relação, há oportunidade de Long-Short.

Estratégia Long-Short de Investimento em Ações: vantagem

A grande vantagem da estratégia Long-Short de investir em ações é que ela não depende do desempenho global da bolsa de valores, nem de empresas em específico. É possível apostar em ações em queda, em alta, e independente dos fundamentos.

Em geral, muitos investidores estrangeiros preferem investir em bolsas como a nossa através de ADRs, que são os American Depositary Receipts, que são os recibos de ações estrangeiras negociados nas bolsas americanas. Como o investidor não precisa trazer seus dólares para cá, ele muitas vezes opta por investir nos ADRs.

Em momentos como o da atual crise econômica, onde vemos a taxa de inflação disparar, e a Taxa Selic também, e com a pressão da perda do grau de investimento, investidores estrangeiros tendem a retirar seu capital de mercados especulativos, o que faz pressão pra que os preços das ADRs brasileiras caia. E isso faz com que as ações nas quais as ADRs estejam vinculadas também apresentem quedas de preço, o que pode indicar uma oportunidade de Long-Short.

Estratégia Long-Short de Investimento em Ações: riscos

Atenção: Esta estratégia é especulativa e apresenta riscos, ou seja: pode gerar prejuízos! Se você for realizá-la, estude bastante e faça consciente, pois você pode perder dinheiro!

Gostou deste artigo sobre a Estratégia Long-Short de Investir em ações? Compartilhe com seus amigos. Deixe um comentário com sua experiência! Vamos ajudar a educação financeira a atingir cada vez mais pessoas!

Recomendo a leitura:

 

Compartilhe este artigo também com seus amigos nas redes sociais:


[magicactionbox]

Sobre Gisele

Sou apaixonada por finanças e investimentos. Essa paixão começou em 2004 quando comecei a investir em ações. Aqui no site tenho como objetivo ajudar meus leitores a entender como o mercado financeiro e a economia estão presentes no seu dia-a-dia e a melhorar sua capacidade de tomar boas decisões de investimentos para suas vidas. Eu invisto através da filosofia de investimento em valor e análise fundamentalista. Quero dividir um pouco do que aprendi com vocês e também, aprender sempre mais através dos seus comentários e suas dúvidas.

6 comentários

  1. Antonio Carlos

    muito bom gostei, um abraço

  2. seila gandra

    quando saber o momento de sair de um fundo long short, existe algum sinal que possa ser identificado?

    • Olá Gandra

      No caso, existem sinais na análise técnica, que mostram o rompimento dos valores que você deve ter assumido como ideais para o long short.

      Abraço!

  3. MAURICIO F R VALE

    Gisele, parabéns pela explicação simples e clara, principalmente
    para um iniciante em Long & Short muito interessado nessa estratégia.
    Tenho uma dúvida: eu não preciso ter o capital para aplicar, bastando
    “alugar” um ativo e usar na compra de outro ativo?
    Já li que preciso ter o mesmo valor aplicado em outro investimento,
    como por exemplo numa renda fixa, a título de garantia. É isso mesmo?
    Nesse caso, como funciona essa operação?

    • Oi Mauricio!

      Você precisa só ter as margens de garantia para fazer os investimentos. Muitos investidores investem dessa forma justamente porque não possuem todo o capital do investimento. Você pode dar como garantia outros investimentos tais como titulos do tesouro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *